Nova pesquisa
Campo obrigatório.
Campo obrigatório.
idades

Required field and value less than 18

Required field and value less than 18

Required field and value less than 18

idades
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18

idades
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18

idades
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18
Required field and value less than 18


Ver outras opções

Peru

Cidades perdidas

Informações


promImage

Para tornar suas viagens mais confortáveis e seguras, a Monark reuniu para você informação sobre os destinos mais populares. Aqui você encontra tudo que precisa saber par apoder desfrutar ao máximo da sua viagem.

A Monark deseja que todos os seus clientes tenham viagens de sonho, que guardem para sempre, e assim, tem o maior prazer em disponibilizar todos os conteúdos que o possam ajudar.

E é por isso que com Monark is always great travel.


Mais informações:

Lima é a maior cidade e capital do Peru. É no vale de três rios, Chillón, Rimac e Lurín. Até o século 16 pertencia à cidade hoje a Lima Inca Empire. Lima foi criado em 1535, quando o conquistador espanhol Francisco Pizarro criou o primeiro assentamento. O nome original da cidade foi Ciduad de los Reyes, o que significa cidade dos reis. Em 1551 a cidade foi fundada em Lima a universidade mais antiga da América Latina. Em 1563 foi construído o primeiro teatro. Em 1821, Peru se tornou um país independente. Em 1852 foi construída a ferrovia ligando a cidade e do porto de Callao Lima. É a mais antiga ferroviária na América do Sul. Sobre a praça "Plaza de Armas", encontramos uma série de edifícios coloniais espanhóis. Os mais importantes são a Câmara Municipal Cabildo, O palácio do Arcebispo com belas varandas de madeira, St. Francis, Palácio e Casa Torre tagli inquisição. Em locais onde Pizarro morou agora se ergue o Palácio de Governo Gobiero.

1. Ao longo de três andares, o Museu de La Nación expõe peças dos povos pré colombianos dos Andes e explica, em ordem cronológica, o rico passado. Além das relíquias originais, há réplicas de todos os sítios arqueológico importantes do pais. Reserve de duas a três horas para o passeio - e você não terá um mínimo de arrependimento.

2. Se o Museu de La Nación retrata a história dos povos antigos, o Museu Arqueológico Rafael Larco Herrera especializa-se em arte pré-colombiana. É a maior coleção do mundo no gênero. As obras mais famosas são provenientes do povo moche (anos 200 a 700). Em sala à parte, Para não constranger visitantes mais sensíveis, o acervo reúne explícitas representações eróticas, separadas da coleção principal. O Café del Museu, anexo, é comandado pelo renomado chef Gastón Acurio.

3. Muitos vão o Convento y Museu de San Francisco apenas para visitar as impressionantes catacumbas. Trata-se de um ossário com dimensões ate hoje desconhecidas. Foi a morada derradeira de dezena de milhares de moradores da cidade a partir de 1546. Mas há muito mais a conhecer: os azulejos de Servilha, os retratos dos apóstolos, o altar neoclássico e a biblioteca do século 17, com 20 mil volumes.

4. A mais famosa praça de Lima nem é mais bonita, mas, ao seu redor estão alguns dos edifícios mais importantes do peru. Ao demarcar o lugar onde Francisco Pizarro fundou a cidade, em 1535, a Plaza de armas abrigou tribunais da Inquisição e touradas. Entre os prédios dos arredores, a Catedral é o mais interessante. O mais antigo também. Muitas construções das primeiras décadas de lima foram destruídas pelo terremoto de 1746. Dentro da catedral está os restos do conquistador espanhol Francisco Pizarro, que dizimou o Império Inca).

5. Lima é rica em igrejas coloniais, em estilo que vão do renascentista (raro na America do Sul) ao Barroco. Entre as que valem visitar estão a de San Pedro (1638) e San Augustín (inicio do século 18.

6. Os povos Incas e seus ancestrais também deixaram marcas na capital peruana. Lima tem sua cota de huacas. Ou seja, pirâmides encontradas em vários pontos da costa peruana. Duas das maiores ficam em San Isidro: a Huaca Huallamarca e a Huaca Juliana, ambas erguidas entre os anos 200 e 400

7. A 30 quilômetros ao sul de Lima, Pachacamac é o maior sitio arqueológico nas redondezas da capital. O lugar era usado para cerimônias em louvor ao deus Pachamac, o Criador do universo na tradição dos Incas, e tem templos. Praças e palácios parcialmente restaurados

8. O bairro mais descolado de Lima é Bonito Barranco, à beira- mar Durante o dia, as casas coloridas, a bucólica Ponte dos Suspiros e o clima residencial acalmam os ânimos; à noite, casas noturnas atraem gente de todos os bairros

9. Os olhos dos gourmets do mundo inteiro vêm se voltando para Lima. A cidade Tornou-se o novo reinado gastronômico. Se não do mundo, ao menos das Américas. Portanto, nada melhor do que visitar seus mercados para se inteirar dos assuntos. O maior deles é o de Surguillo, grande e popular, com muitos temperos e vegetais desconhecidos dos brasileiros; e o Mercado de produções de San Isidro, menor, mais cosmopolita e adequado para compras gourmet .

10. Um longo passeio de barco pelo oceano Pacífico leva às ilhas Palomino: São duas ilhas apenas. Mas refúgios de curiosa vida marinha. Numa das ilhas há centenas de lobos marinhos jovens e saudáveis. Na outra, refugiam-se animais da mesma espécie, só que mais velhos ou doentes. Os barcos de excursão zarpam do cais Callao ou de La Punta.



braztoa
embratur
iata
abav

Copyright © 2013 Monark Turismo - Todos os direitos reservados






Aguarde um momento enquanto
efetuamos o seu pedido


Powered by:


A sua sessão expirou


Ok